Segunda-feira, 1 de Dezembro de 2008

Dia Mundial da Luta Contra a SIDA

 

 Contágio

 

Através de sangue, sémen, fluidos vaginais, leite materno e, provavelmente, dos fluidos pré-ejaculatórios dos seropositivos. O VIH não se transmite pelo ar nem penetra no organismo através da pele, precisando de uma ferida ou de um corte para penetrar no organismo.

 

A forma mais perigosa de transmissão é através de uma seringa com sangue contaminado, já que o vírus entra directamente na corrente sanguínea.

A transmissão por via sexual nas relações heterossexuais é mais comum do homem para a mulher, do que o contrário, porque o sémen é mais virulento do que os fluidos vaginais. O contágio pode ocorrer em todos os tipos de relação, seja vaginal, anal ou oral, já que as secreções vaginais ou esperma, mesmo que não entrem no organismo, podem facilmente contactar com pequenas feridas e cortes existentes na vagina, ânus, pénis e boca. As relações sexuais com mais riscos são as anais.

De mãe para filho, o vírus pode ser transmitido durante a gravidez, o parto ou, ainda, através da amamentação.

O VIH pode encontrar-se nas lágrimas, no suor e na saliva de uma pessoa infectada, contudo, a quantidade de vírus é demasiado pequena para conseguir transmitir a infecção.

 

É durante a fase aguda da infecção, que ocorre uma a quatro semanas após a entrada do vírus no corpo, que existe maior perigo de contágio, devido à quantidade elevada de vírus no sangue.

 

Actualmente, a transmissão por transfusão de sangue ou de produtos derivados do sangue apresenta poucos riscos, uma vez que são feitos testes a todos os dadores.
 

Prevenção

 

Usar sempre preservativo nas relações sexuais, não partilhar agulhas, seringas, material usado na preparação de drogas injectáveis e objectos cortantes (agulhas de acupunctura, instrumentos para fazer tatuagens e piercings, de cabeleireiro, manicura).

Além dos preservativos comuns, vendidos em farmácias e supermercados, existem outros, menos vulgares, que podem ser utilizados como protecção durante as mais diversas práticas sexuais.

É, também, preciso ter atenção à utilização de objectos, uma vez que, se estiverem em contacto com sémen, fluidos vaginais e sangue infectados, podem transmitir o vírus.

 

Fonte: www.roche.pt/sida


publicado por Liliana às 11:22
link do retalho | comentar | adicionar aos melhores retalhos
|
2 comentários:
De Nyzx a 1 de Dezembro de 2008 às 23:03
Ainda do lembro dos tempos, em que havia a duvida do .. "se eu beber do mesmo bebedoiro, será que apanho sida ?"

uma treta assim...

Felizmente, nunca conheci ninguém com a doença (que eu tenha conhecimento). Mas já se arranjava uma cura....


De Liliana a 2 de Dezembro de 2008 às 19:09
Pois, mas olha que acho que nos dias de hoje ainda há quem pense que a sida se pega pela saliva ou transpiração.

Embora ainda não haja cura, por uma ou outra reportagem que tenho visto, parece que pelo menos se tem conseguido melhorar a vida destas pessoas.


Comentar retalho

.Retalhos sobre mim


. retalho de perfil

. seguir perfil

. 12 seguidores

.pesquisar nos retalhos

 

.Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
12
13
14

16
17

22
24
25
26
27
28

29
30


.Show Time

.Últimos retalhos

. Dia Mundial do Livro

. Vermelho novela

. Mamãe eu quero!!

. Aguenta e não chora!!

. O que é que isto quer diz...

. Um Nojo!!!

. Podem rir!!

. Cascais RestaurantWeek

. Está a chegar...

. Quem faz 20 aninhos quem ...

.Mantas de retalhos

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.tags

. todas as tags

.Melhores retalhos

. Vai um tango?

.links

.Visitas ao Retalhos

SAPO Blogs

.subscrever feeds