Sexta-feira, 30 de Maio de 2008

Harry Potter

 

Finalmente acabei de ler a saga do Harry Potter.

Comecei a ler o Harry Potter quando andava no 9º ano! Ainda me lembro! Estava numa aula de Português, a falar de livros, quando um colega meu falou dele. Ainda o Potter não era famoso. Mas fiquei curiosa com a forma como o Jaba falou do livro e eu devorava tudo o que era livros! Ele emprestou-me o dele. Era ainda a 1º edição, a capa não tinha nada a ver com esta de agora, bem mais comercial. E pronto, passaram-se anos.

Sempre que lia um novo já tinha alguma dificuldade de me recordar dos anteriores. Até porque eles foram sendo editados de forma cada vez mais espaçada. E com o tempo a memória de uma pessoa também já não vai sendo a mesma! Que tristeza!

Em relação a este último, gostei, mas não fiquei maravilhada. Não vou contar pormenores nem desfechos por causa de quem não leu e possa vir a ler. Mas tem muitas voltas inesperadas o que lhe confere a característica comum dos sete livros: prendem-nos. Queremos sempre saber o que vai acontecer a seguir. Mas em várias alturas tive a sensação de estar a ler episódios comuns ao Sr. dos Anéis, ou semelhantes.

Já li por aí que há imensos fãs a pedir a continuação, para que a autora não se fique apenas pelos sete livros. Mas acho que está muito bom assim. Mais do que isto já é forçado.

música: Michael Bublé - Everything
tags:

A internet e os blogs, a discussão

Ontem, no noticiário da SIC, à hora de jantar, houve uma reportagem e um pequeno debate sobre os perigos da Internet, Discutiu-se também os blogs, em particular.

Entre várias coisas que foram ditas, falou-se da exposição dos jovens a predadores sexuais, terrorismo, invasão de privacidade, etc. Passou até um caso de uma mulher em que houve uma revista que publicou fotos suas, retiradas do hi5, sem o seu consentimento. Não fazia a mínima ideia de que havia por aí revistas a fazer isso!

Falou-se da exposição que as próprias pessoas fazem de si mesmas e da sua vida. De se sentirem à vontade de dizer aquilo que não diriam socialmente. Falou-se de adolescentes que se colocam em situações de grande exposição e perigosas, que não fariam em outra situação.

Muito foi discutido em relação aos blogs. Situações de difamação, invasão de privacidade aliadas à possibilidade de manter o anonimato e impossibilitando a punição desses actos. Acho que Moita Flores, no debate, acabou por atribuir uma carga muito negativa aos blogs. Falou como se a sua utilização, são sendo para terroristas ou pedófilos, seria para solitários ou invejosos que querem difamar terceiros. Acredito que Moita Flores veja vantagens nos blogs, mas destacou apenas os pontos negativos.

Tudo isto fez-me repensar nos meus motivos para criar o blog e na minha utilização da internet. Tal como eu digo, gosto de escrever, gosto de comunicar e dar a minha opinião. São essas as principais ideias.  Dar opinião não é, com toda a certeza, para difamar ninguém. Posso é algum dia vir a cometer alguma irregularidade sem o saber, embora o desconhecimento não sirva de justificação.

Também não procuro expor a minha vida pessoal, mas penso que, enquanto adultos, cada um assume as consequências daquilo que faz em consciência.

Há até uma frase que muita gente utiliza, mas que uma professora de Filosofia me mostrou que está errada. "A nossa liberdade termina onde começa a liberdade dos outros." E de facto está errada. Cada um é livre de fazer o que quer, tudo o que quiser. Mas terá também de assumir as consequências dos actos cometidos. Agora, percebo que, o anonimato que a internet nos confere pode servir de escudo para se ser chamado à responsabilidade de certos actos e restringe o direito de quem se vê lesado.

Quanto aos menores, acho que há muito trabalho por fazer. Acho que a informação é o ponto principal. O cuidado dos pais imprescindível. Mas os próprios administradores de certas comunidades, como o hi5, têm um papel importante de fiscalização e controle. São proibidas as inscrições de crianças com menos que 13 ou 14 anos e no entanto, muitas vezes, estão lá miúdos com bem menos do que isso. às vezes os próprios pais criam uma página para os filhos!!

Vai fazer um mês que criei este blog e, honestamente acho que tem tido muito de positivo. Tornamo-nos mais atentos ao que se passa à nossa volta, com a sociedade Podemos debater, chamar a atenção das pessoas para determinados temas e tornarmo-nos mais sensíveis a outros. O intelecto das pessoas é como o corpo. Precisa de ser exercitado. Quanto mais lemos, quanto mais escrevemos, quanto mais nos informamos e discutimos, melhor estamos intelectualmente. E acho que a internet e os blogs podem ser uma ferramenta útil.

É óbvio que há riscos. Há pessoas muito diferentes e com intenções diferentes pela internet. E por isso acho que é importante cada um de nós reflectir e ter consciência da forma como usa estes canais. E acredito também que, mais tarde ou mais cedo, como foi falado, vai acabar por haver uma regulamentação para o uso da internet. Até lá, cada um está entregue à sua consciência. 

sinto-me: consciente

Quinta-feira, 29 de Maio de 2008

É mesmo à tuga!

 

«Muitos dos radares fotográficos da Brigada de Trânsito da GNR, espalhados por todo o país, estão sem funcionar há mais de um mês, avança a edição de hoje do jornal Público. O contrato entre a GNR e a empresa encarregue da manutenção dos aparelhos caducou e por isso não foram feitas as reparações necessárias.

(...)

Em Lisboa, Leiria, Viseu, Porto e Beja, a BT admite que circula com os radares que «só já servem para enganar os automobilistas. Para lhes meter medo», como declarou ao Público fonte da GNR.»

 

Andreia Coelho @ Sol

sinto-me:

Quarta-feira, 28 de Maio de 2008

Revolução demográfica e social

Hoje li um artigo bastanta interessante da Agêcia Lusa sobre um estudo de uma investigadora do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade da Universidade Técnica de Lisboa, Stella António. Esta defende que as escolas deviam dar aulas de gerontologia aos jovens para educá-los para uma velhice activa, dado que actualmente o nosso panorama demográfico mostra que existem 112 idosos por cada 100 jovens, diferença com grande tendência para aumentar devido à fraca natalidade do país.

Eu nunca tinha ouvido falar na palavra "gerontologia"! É o estudo do envelhecimento.

Acho a ideia interessante, até porque as pessoas idosas não devem ser vistas como fardos e muito menos sentirem-se como tal. É importante haver uma readaptação da sociedade à nova realidade demográfica e serem criadas condições para uma melhor qualidade de vida nas faixas etárias mais elevadas.

Segundo a investigadora, a alteração de mentalidades é também importante devido ao risco de surgir um conflito geracional, uma vez que são as gerações activas que irão sustentar as mais idosas, e estando a primeira em menor número verá as suas condições económicas futuras em risco.

O artigo refere ainda a opinião do presidente da Associação Portuguesa de Demografia, Mário Leston Bandeira, que chama a atenção para a questão da natalidade. E neste ponto ele refere algo que para mim tem muito peso, para além das questões socio-económicas que o país atravessa e que interferem no número de filhos que cada casal opta por ter: «"Mas [a inversão da natalidade] não vai lá apenas com subsídios. É preciso grandes alterações para inverter a tendência da natalidade", sublinhou, lembrando que as mulheres portuguesas são das mais activas da Europa, são descriminadas quando estão grávidas e têm pouca flexibilidade no trabalho.»

Gosto de saber que vivo num país onde a mulher é activa e independente, mas infelizmente o reverso da medalha é ainda verdade!

Muitas vezes a discriminação começa em casa. Se as tarefas forem divididas de igual forma entre o casal, é muito mais fácil para a mulher conseguir ser mãe e uma profissional ao mesmo tempo. Assim como para os homens, serem pai e um profissional. Mas acredito que essa è a parte mais fácil de mudar, e que já está a mudar.

 


Os italianos já estão a reagir

«O executivo italiano pretende travar a escalada dos preços da energia e dos combustíveis. De acordo com o "Corriere della Sera", que cita o ministro das finanças, Giulio Tremonti, este objectivo poderá passar por um corte nos impostos.

Tremonti irá discutir o assunto com o ministro que detém a pasta da indústria, Cláudio Scajola. As conversações poderão acontecer já "nos próximos dias", revela o jornal italiano.

De acordo com a publicação, o Governo deverá optar por efectuar um corte nos impostos dos combustíveis e também da energia.»

 

Paulo Moutinho @ Jornal de Negócios

 

Pelo menos parece que os quinta-feira os 27 da UE vão discutir o problema. Já é qualquer coisa. Mas a escalada de preços não pára e não creio que o Governo portugês tome a mesma medida.


publicado por Liliana às 14:50
link do retalho | comentar | adicionar aos melhores retalhos
|

Assim vai o mundo!

«Seis décadas depois de a Declaração Universal dos Direitos Humanos ter sido adoptada pelas Nações Unidas, existem ainda pessoas torturadas ou maltratadas em pelo menos 81 países do mundo, diz a Amnistia. E adianta que 54 países continuam a praticar julgamentos injustos e que pelo menos 77 proíbem as pessoas de expressar livremente a sua opinião.

(...)
O ano de 2007, diz, foi marcado "pela impotência dos governos ocidentais" e "pela ambivalência ou relutância das potências emergentes em enfrentar algumas das piores crises de direitos humanos do mundo".
Entre as zonas mais críticas figuram o Darfur (Sudão), o Zimbabué, Gaza, o Iraque e Myanmar (Birmânia), casos que "exigem uma acção imediata".
(...)

"Os líderes mundiais estão em estado de negação, mas a sua inércia tem elevados custos. Como bem demonstram o Iraque e o Afeganistão, os problemas de direitos humanos não são tragédias isoladas, mas são como vírus, que podem infectar e espalhar-se rapidamente, tornando-se um risco para todos nós".»

 

Carlos Pinheiro @ JN (Artigo sobre relatório da Amnistia Internacional; declarações da Secretária-geral Irene Khan

 


Segunda-feira, 26 de Maio de 2008

Saudade

 

"Saudade é uma espécie de lembrança nostálgica, lembrança carinhosa de um bem especial que está ausente, acompanhado de um desejo de revê-lo ou possuí-lo."

by unknown

tags:

Domingo, 25 de Maio de 2008

Vanessa Fernades vence a Taça do Mundo de Triatlo

 

Esta menina, mais uma atleta de ouro do Benfica, diga-se de passagem, conquistou hoje mais um título, a Taça do Mundo de Triatlo. Com mais de um minuto de avanço da segunda classificada, Vanessa Fernandes quebrou dois novos records e conta já com 20 taças do Mundo.

Apesar de eu me sentir dividia entre os portugueses que vão a Pequim para dar o seu melhor e honrar o nome de Portugal, e os tibetanos que sofrem opressão e repressão pelos chineses, espero que a Vanessa complete o seu vasto leque de títulos com o principal: o de campeã Olímpica.

 

tags:

Sábado, 24 de Maio de 2008

Quique Flores, novo treinador do SLB

 

picture by Getty

 

Enrique Sánchez Flores, nasceu a 2 Fevereiro em 1965, em Madrid, cidade onde desenvolveu parte das suas carreiras de futebolista e treinador.

 

Como jogador, começou pelo Valência em 1984, e ai permaneceu durante dez épocas. Foi depois transferido para o Real Madrid, onde foi campeão em 1995 e na época seguinte passou pelo Zaragoza. Enquanto isso, teve 15 internacionalizações pela Selecção Espanhola.

 

Como treinador, depois de orientar os juvenis do Real Madrid, treinou o Getafe e por fim o Valência, qualificando este último para a Liga dos Campeões na época de 2006/07 e alcançando os quartos de final. Foi despedido em Outubro do ano passado devido a uma sequência de maus resultados.

 

Hoje foi apresentado como o próximo treinador do Benfica para as duas temporadas que se seguem, e mais uma de opção. É ainda um jovem treinador, com um curto percurso, por isso é difícil ajuizar o seu perfil como tal. No entanto, na conferência de imprensa disse uma palavra mágica, na minha opinião: "paciência". Tem faltado muita no Benfica. Tem sido um continuo mudar de treinadores e uma enorme falta de estabilidade. Vamos ver se este consegue ter mesmo paciência e sobreviver à carga de ombros que o Benfica representa para os seus treinadores e jogadores. Não sei é se a paciência tem de vir de fora para dentro ou de dentro para fora. Talvez os dois.

Mas para além de paciência, que o homem tenha sorte.

tags:

Sexta-feira, 23 de Maio de 2008

Incentivo ao Boicote

"Boicote arrisca Galp a quebra de vendas de 13 milhões

Com a maior rede de retalho, num total de 1.025 estações de serviço, a Galp tem sido o alvo nos últimos dias de um apelo, via SMS e e-mail, ao boicote. Tudo devido aos aumentos sucessivos dos preços dos combustíveis. Só no caso da Galp o boicote a todas as estações representa uma quebra de vendas de 13 milhões de euros/dia, noticia o Semanário Económico."

Lígia Simões @ Semanário Económico

 

Uma vez que o mercado dos combustíveis não é perfeitamente concorrencial, parece-me que o boicote é uma boa forma de o lado da procura, nós, forçar a oferta, as gasolineiras, nomeadamente a principal, a baixar os preços. Esta notícia parece-me um forte incentivo, mostrando que o boicote pode funcionar. Eu já comecei a fazer. Não abasteço na Galp e na BP.

sinto-me: determinada

.Retalhos sobre mim


. retalho de perfil

. seguir perfil

. 12 seguidores

.pesquisar nos retalhos

 

.Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
12
13
14

16
17

22
24
25
26
27
28

29
30


.Show Time

.Últimos retalhos

. Dia Mundial do Livro

. Vermelho novela

. Mamãe eu quero!!

. Aguenta e não chora!!

. O que é que isto quer diz...

. Um Nojo!!!

. Podem rir!!

. Cascais RestaurantWeek

. Está a chegar...

. Quem faz 20 aninhos quem ...

.Mantas de retalhos

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.tags

. todas as tags

.Melhores retalhos

. Vai um tango?

.links

.Visitas ao Retalhos

SAPO Blogs

.subscrever feeds